Club de Paranavaí
Arenito

GAs em Ação - Nivaldo Canella - Grupo 3: Mandaguaçu, Maringá Alvorada, Maringá Kakogawa, Maringá Parque do Ingá e Maringá Sul

Com a experiência de ter 23 anos de Rotary, sempre no Rotary Club de Maringá Sul, Canella, como é mais conhecido na família rotária, é formado em Engenharia Elétrica, profissão que atuou de 1981 a 2010 e desde então trabalha no ramo de varejo de calçados. “O que contribui para ser governador assistente são os aprendizados adquiridos com as funções exercidas anteriormente ao longo dos anos no clube e no Distrito e também a participação nos treinamentos de capacitação, seminários, assembleias, conferências distritais, que além de nos trazer um conhecimento imprescindível, proporcionam nos relacionar com os demais clubes e aprender com as ações e projetos desenvolvidos pelos outros”, afirma Canella. Responsável pelo Grupo 2, o governador assistente destaca que o enfoque principal com seus clubes é o desenvolvimento do quadro social, desenvolvimento de projetos distritais e globais, contribuições para a Fundação Rotária através do Programa Empresa Cidadã, ações humanitárias. “A formação de um Rotary Club Satélite é uma das metas do nosso grupo. Estamos prospectando interessados que possam fazer parte deste Clube Satélite do Maringá Sul. Na minha opinião o distrito vem se desenvolvendo muito nos últimos anos, aumentando consideravelmente a prestação de serviços às comunidades mais carentes. Mesmo com as atribuições pessoais e profissionais de cada um, os associados do Distrito têm se engajado e disponibilizado seu tempo para este fim”.  Larissa Nakao  Comunicação Corporativa

Postado em 16 de Outubro de 2019

Artigo do Diretor do RI Mário César Camargo - Brasília 2019: o Instituto Rotary da Imagem Pública (parte 2)

O Instituto começou com um formato moderno : na quinta à noite, um luau à beira da piscina, com a pipoca que faz a fama do presidente Mark, e a iluminação através dos palitos de fósforo acendidos um a um, numa cadeia humana em que Rotary conecta o mundo, lema do ano. Na sexta, 6 de setembro, a abertura contou com a presença do ministro da Saúde Luis Henrique Mandetta, filho do ex-governador Helio Mandetta, que ministrou magnífica explicação sobre o quadro atual da saúde no Brasil. E enfatizou a parceria estabelecida entre o Rotary e os programas de vacinação, pólio, sarampo, e detecção de hepatite. Em seguida falou o embaixador William Popp, dos EUA, que celebrou a estória do Rotary e os vínculos entre seu país e o Brasil, tendo sido os EUA o primeiro a reconhecer a independência do Brasil, em 1822. O programa denso foi cortado pela emoção da apresentação do balé Fernanda Bianchini, ganhador de prêmios na Alemanha, a primeira companhia de balé de cegos do mundo. Afinal, Denise havia reclamado que o programa transpirava muita razão, pouca emoção. Solicitação atendida, e olhos marejados na plateia. O chairman e o diretor ocuparam espaço para seus recados de boas vindas ao público presente. Pronunciamentos da curadora representando a Fundação Brenda Cressey sobre as últimas informações do programa da Pólio, e do presidente Mark Maloney sobre as metas da gestão, de fazer o Rotary crescer, encerraram a apresentação da manhã. À tarde, uma supresa : o filho de rotarianos Marcelo Rosenbaum, arquiteto premiado internacionalmente por projetos ecologicamente corretos, e o “papa” da embalagem no Brasil, Lincoln Seragini, falando sobre as vantagens de uma empresa socialmente responsável em termos patrimoniais. Temas que aparentemente nada tinham a ver com Rotary, mas que na realidade, reproduzem no mundo profissional nossas premissas e valores. Depois, um pouco de controvérsia . Ao mesmo tempo em que o presidente e o diretor e o chairman eram cortesmente recebidos, junto com Bill O´Dwyer, o curador Hipólito Ferreira, a curadora Brenda Cressey e o embaixador americano pelo presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, ocorria um debate no Instituto com jornalistas da TV Bandeirantes. O diretor da TV, Fernando Mitre, e o jornalista Fabio Pannunzio, fizeram um diagnóstico crítico à gestão do presidente, gerando algum desconforto. Mas o Rotary não é partidário, respeitamos as instituições, o presidente legitimamente eleito e a liberdade de imprensa. Somos uma instituição que preza a tolerância, a paz, o convívio entre contrários de forma civilizada. E essa programação evidenciou esses valores, de forma nítida. No sábado, dia da Independência, os trabalhos continuaram. Apresentações dos diretores brasileiros num programa de perguntas e respostas, com participação surpreendente da audiência, relatórios financeiros do Rotary International, a palestra sempre futurista do ex-presidente Luis Giay, premiações de distritos com maior desempenho na gestão anterior. Entre os intervalos, entrevista à TV Record, de Brasília. Mais Imagem Pública. No domingo, plantio de árvore, com 80 rotarianos presentes, com a placa da ética que caracteriza os valores do Rotary. E a missa, à qual compareceram 250 rotarianos, numa cerimônia de mais de 1200 pessoas onde o Rotary foi homenageado na Catedral de Brasília. Ufa ! Acabou ? Ainda não. Como só Brasília tem o Senado Federal, não poderíamos perder a oportunidade de falar na casa maior da democracia representativa do povo brasileiro. Por interferência dos senadores Izalci Lucas, que cedeu o espaço para o Rotary, e da senadora Leila Barros, que presidiu a sessão, o presidente Mark Maloney foi o primeiro do Rotary International a dirigir a palavra da tribuna do Senado, antecedido pelo diretor. Foi a chance que tivemos de enfatizar os valores, programas, serviços e projetos de 53 mil rotarianos do Brasil. Com isso já estávamos na segunda, dia 9 de setembro. Hora de voltar para casa. Hora de fazer o Rotary crescer. Obrigado, rotarianos de Brasília, e do distrito 4530. Agora é preparar para Salvador 2020 !            

Postado em 11 de Outubro de 2019

GAs em Ação - Tatiany Fontoura da Silva França – Grupo 6: Campo Mourão Gralha Azul, Campo Mourão Raio de Luz, Engenheiro Beltrão e Peabiru

Ela foi rotaractiana do Rotaract Club de Campo Mourão Universitário. Foi lá também onde Tatiany conheceu o seu esposo, Fabiano França, seu padrinho no Rotaract. Desde 2004 ela faz parte da família rotária e é apaixonada por trabalho voluntário. “Casamos em 2005, enquanto ainda éramos rotaractianos, contudo, com a chegada do (filho) Heitor em 2006, decidimos priorizar a família e os estudos e nos desligamos do clube”, relembra. Em 2014, recém aprovada na OAB e prestes a iniciar a carreira de advogada, Tatiany ouviu comentários sobre a fundação de um novo clube de Rotary em Campo Mourão. “Prontamente entrei em contato com os organizadores e comecei a participar das reuniões. Tenho orgulho em dizer que sou uma das fundadoras do Rotary Club de Campo Mourão - Raio de Luz! Fui a primeira secretária, em seguida, presidente da Comissão da Fundação Rotária, protocolo, presidente 2017-18 e hoje Governadora Assistente, membro da comissão Distrital de Imagem Pública e do CADRE”, comemora.   Segundo ela, seu envolvimento com as atividades do Rotary são um misto de paixão e gratidão. “Paixão porque sinto que o servir é uma das minhas missões. O Rotary nos dá a oportunidade de servir. Através da Fundação Rotária podemos alcançar aqueles que estão em nossa comunidade e aqueles que estão do outro lado do planeta. Gratidão porque foi através do contato com o Rotary que salvamos a vida do meu filho Heitor, ele passou por uma grave doença e com a ajuda abençoada da companheira Mirtes Urbano Leite Cardoso e do companheiro Antonio Carlos Cardoso (médicos em Campo Mourão) tivemos socorro imediato. Se não fosse o companheirismo existente dentro do Rotary, talvez meu filho não estivesse conosco hoje”, conta Tatiany. Falar de Rotary em casa faz parte da rotina da família, em breve o marido Fabiano será empossado ao Rotary Club de Campo Mourão - Gralha Azul. Os filhos Heitor, Guilherme e Otávio estão sempre com eles nas atividades do Rotary. “Quando a família toda participa, fica mais fácil conciliar as funções profissionais e pessoais. Por isso eu sempre digo, filhos pequenos não são desculpas para não nos dedicarmos ao Rotary, filhos são nossas fontes de inspiração. Como governadora assistente vejo que precisamos focar no engajamento dos associados, valorizar cada pessoa que já está no clube e fazer com que cada um se sinta parte do todo. A execução dos projetos humanitários faz este papel de engajamento, tornando os associados pessoas de ação”, defende. Quanto ao desenvolvimento do quadro associativo, a atração através dos Clubes Satélites tem sido estudada pelo Grupo 6. Nosso objetivo é fundar um Rotary Club Satélite no município de Quinta do Sol. Larissa Nakao  Comunicação Corporativa

Postado em 10 de Outubro de 2019

Jogos Abertos Distritais reúnem mais de 200 participantes

Realizados nos dias 5 e 6 de outubro, em Goioerê, o XV JADS - Jogos Abertos Distritais do 4630, com a participação de mais de 200 associados de 24 Interact Clubs. O anfitrião foi o Interact de Goioerê através do seu Clube padrinho, o Rotary Club de Goioerê. Também ajudaram na organização o Rotaract e a ASR de Goioerê. Os JADS tiveram o apoio da Prefeitura Municipal por meio das Secretarias Municipais de Esporte, Educação e do Colégio Premem II, onde os atletas estiveram hospedados. “Destacamos o apoio incondicional do presidente do Rotary de Goioerê, Gilson dos Santos Croscato; do Conselheiro da Juventude, o companheiro Sérgio Saran; do Chairman Distrital para o Rotaract, Cleber Hilgert e do rotariano Paulinho, da Empresa Cidadã Sintex, que estiveram presentes durante todo o evento. Não esquecendo dos demais rotarianos (as) que também colaboram. Um destaque especial ao Rotary Club Satélite de Goioerê pelo apoio”, agradece o presidente da Comissão de Serviços à Juventude, governador 2004-05 João Marin Mechia. Prestigiaram os JADS os governadores Nelson Shiokawa e Francisco Scarpari. O Prefeito Municipal de Goioerê, Pedro Coelho; o Secretário de Esportes, Valter Favoreto, a Secretária de Educação, Ângela Zabot e a Diretora do Premem II, Osmarina Brandão. A programação foi dinâmica e recheada de jogos, festividade, confraternização e a parte principal dos JADs é o REPRESETE, onde o Representante Distrital de Interact Victor Volpato e sua equipe verificam como estão as Presidências, Secretarias e Tesourarias dos Clubes.

Postado em 08 de Outubro de 2019

Comunidade de destino turístico beneficiada com o encontro dos Motociclistas do Rotary

Porto Seguro – BA - A XIV Edição do Intercâmbio Rotário da Amizade, o tradicional IRA, realizado pelo IFMR-SA – International Fellowship of Motorcycling Rotarians – South America chapter – desta vez foi mais longe na cidade de Porto Seguro, em uma das regiões mais bonitas do litoral baiano no nordeste do Brasil. O encontro teve a participação de mais de 100 inscritos entre motociclistas, cônjuges e associados do Rotary Club de Arraial d´Ajuda, clube do Rotary International da cidade que apoiou a realização do evento. Como também é tradição nos encontros do grupo de companheirismo, o valor resultante das inscrições e participação nas atividades de companheirismo é destinado para a The Rotary Foundation ou uma obra social. Em Arraial d´Ajuda os recursos proporcionaram a aquisição de 10 cadeiras de rodas e mais 10 cadeiras de banho para pessoas com mobilidade reduzida; equipamentos que farão parte do Banco de Cadeira de Rodas cuja gestão é feita pelo Rotary Club de Arraial d´Ajuda. Durante o evento também foi realizada a Assembleia Geral de Associados do grupo de companheirismo com a eleição do novo Presidente do IFMR-SA para no biênio 2020-22, rotariano Michel Bernard Claude Lairé, do Rotary Club de São Paulo Novas Gerações, Distrito 4420, e seu Conselho Diretor composto de companheiros de vários estados do Brasil. As imagens do evento podem ser vistas na fan page do grupo em  www.facebook.com/ifmrsa . As próximas reuniões do grupo serão o 3º Encontro de Primavera do IFMR-SA na cidade de Pederneiras, SP, em novembro deste ano, e a 6ª edição do Encontro de Verão Sul IFMR-SA (#ifmrnosul), que pela primeira vez será realizado fora do Brasil na cidade uruguaia de Maldonado, no conhecidíssimo balneário de Punta del Este, programado para março de 2020. O IFMR-SA - International Fellowship of Mortorcycling Rotarians – South America Chapter é um dos Programas Estruturados do Rotary International. Trata-se do maior grupo de companheirismo por afinidade da organização. Seu capítulo América do Sul é um dos maiores de todos os mais de 60 grupos existentes e possui 100 associados em 17 estados brasileiros e 3 países. Saiba mais sobre o IFMR-SA em www.ifmr-sa.org  e  www.facebook.com/ifmrsa     Contato: Marcos Netto Coord. de Imagem Pública – IFMR-SA (55)(51) 99983-2217 E-mail: mdsnetto@gmail.com www.facebook.com/1marcosnetto Instagram: @1marcosnetto

Postado em 30 de Setembro de 2019

GAs em Ação - Eugênia Céres R. C. Monteiro – Grupo 13: Paranavaí Arenito, Paranavaí Entre Rios e Paranavaí Fazenda Brasileira

Fundadora do Rotary Club de Paranavaí Arenito, a governadora assistente (GA) Eugênia Céres cresceu respirando Rotary. “Meu pai foi fundador do Rotary Club de Paranavaí, estou há mais de 67 anosna família rotaria. Meu esposo Rubens Costa Monteiro foi governador 1984-85 e pertence ao Rotary Club de Paranavaí, como esposa tenho 54 anos de Rotary”, fala. No Rotary Club de Paranavaí Arenito há 20 anos, já exerceu quase todos os cargos, menos o de tesoureira. “Já fui instrutora distrital do governador Rocco e uma vez GA. A experiência como instrutora foi maravilhosa, aprende -se muito”, destaca Céres. Além do Rotary, ela faz parte do Conselho de Administração da Sicredi e tem a Clínica de Olhos de Paranavaí, onde é sócia proprietária. Céres também participa da ACIAP e do Conselho da Mulher Empresarial. “Pela Sicredi falei na Polônia em Guidask para mulheres, onde apresentei projetos das comunidades. Faço parte das 50 mulheres no mundo sobre Cooperativas”, comenta. Para ela ser GA é fundamental para conhecer Rotary. “O importante é que temos um grande aprendizado, inúmeras motivações para desenvolver os projetos humanitários.  O governador Edio lançou um grande desafio para os clubes”. Sobre ser uma representante das mulheres no time de GAs, Céres acredita que para ser rotariana é indispensável ter o sentimento de pertencer à instituição. “Só assim faremos a diferença no clube e comunidade, acredito na potencialidade das mulheres, estão cada vez mais comprometidas com sua profissão e buscando novos horizontes”, ressalta. Ela ainda completa que o Rotary é uma grande universidade para a vida, onde a Fundação Rotaria é a mola propulsora com as Empresas Cidadãs. “Gosto de fazer visitas para os empresários e divulgar os projetos da Fundação Rotária. Nós, os GAs, temos que ajudar a propagar através da Imagem Pública as ações na comunidades”. Larissa Nakao Comunicação Corporativa

Postado em 28 de Setembro de 2019

Ver todos

GAs em Ação - Nivaldo Canella - Grupo 3: Mandaguaçu, Maringá Alvorada, Maringá Kakogawa, Maringá Parque do Ingá e Maringá Sul

Com a experiência de ter 23 anos de Rotary, sempre no Rotary Club de Maringá Sul, Canella, como é mais conhecido na família rotária, é formado em Engenharia Elétrica, profissão que atuou de 1981 a 2010 e desde então trabalha no ramo de varejo de calçados. “O que contribui para ser governador assistente são os aprendizados adquiridos com as funções exercidas anteriormente ao longo dos anos no clube e no Distrito e também a participação nos treinamentos de capacitação, seminários, assembleias, conferências distritais, que além de nos trazer um conhecimento imprescindível, proporcionam nos relacionar com os demais clubes e aprender com as ações e projetos desenvolvidos pelos outros”, afirma Canella. Responsável pelo Grupo 2, o governador assistente destaca que o enfoque principal com seus clubes é o desenvolvimento do quadro social, desenvolvimento de projetos distritais e globais, contribuições para a Fundação Rotária através do Programa Empresa Cidadã, ações humanitárias. “A formação de um Rotary Club Satélite é uma das metas do nosso grupo. Estamos prospectando interessados que possam fazer parte deste Clube Satélite do Maringá Sul. Na minha opinião o distrito vem se desenvolvendo muito nos últimos anos, aumentando consideravelmente a prestação de serviços às comunidades mais carentes. Mesmo com as atribuições pessoais e profissionais de cada um, os associados do Distrito têm se engajado e disponibilizado seu tempo para este fim”.  Larissa Nakao  Comunicação Corporativa

Em 16/10/2019

GOVERNADOR DO DISTRITO 4630 CUMPRE AGENDA EM LUIZIANA E EMPOSSA NOVOS ASSOCIADOS NO ROTARY CLUB

GOVERNADOR DO DISTRITO 4630 CUMPRE AGENDA EM LUIZIANA E EMPOSSA NOVOS ASSOCIADOS NO ROTARY CLUB O governador do Distrito 4630 Édio Martello esteve em Luiziana nessa terça-feira (15) onde foi recepcionado na Escola Municipal Rita de Cassia para participar da entrega e inauguração do Laboratório de informática o qual faz parte de um projeto humanitário desenvolvido pelo Rotary de Luiziana em parceria com o Tribunal de Justiça do estado do Paraná. Na sequência participou de assembleia que aconteceu no Centro Catequético de Luiziana junto com rotarianos para debater sobre evolução do clube, Projetos a serem desenvolvidos em Luiziana e Fundação Rotaria. Na oportunidade os associados do Clube puderam compartilhar idéias e receberam orientações sobre trabalhos futuros. Durante a noite aconteceu a cerimônia de Posse acompanhado de um jantar festivo. O Rotary Clube de Luiziana deu posse a 5 novos associados: Marilene Costin Guedes, Roseri de Lima, Edna Martini, Edson Martini e Jaqueline Boava.   EMPRESA CIDADÃ VAI CONTRIBUIR COM O ROTARY CLUBE DE LUIZIANA Na oportunidade houve também a assinatura de contrato com a Empresa Cidadã CEPEN – Centro de Estudos em Psicologia, Educação e Neurociências do Psicólogo Frank Duarte localizada em Campo Mourão. O Programa Empresa Cidadã é um projeto de contribuições, em que a empresa se compromete a fazer contribuições mensais. Os recursos arrecadados com as doações são encaminhados para os programas sociais, humanitários e ambientais, como ajuda às famílias carentes ou o combate à paralisia infantil.

Em 16/10/2019 por Rotary Club de Luiziana

GOVERNADOR DO DISTRITO 4630 CUMPRE AGENDA EM LUIZIANA E EMPOSSA NOVOS ASSOCIADOS NO ROTARY CLUB

GOVERNADOR DO DISTRITO 4630 CUMPRE AGENDA EM LUIZIANA E EMPOSSA NOVOS ASSOCIADOS NO ROTARY CLUB O governador do Distrito 4630 Édio Martello esteve em Luiziana nessa terça-feira (15) onde foi recepcionado na Escola Municipal Rita de Cassia para participar da entrega e inauguração do Laboratório de informática o qual faz parte de um projeto humanitário desenvolvido pelo Rotary de Luiziana em parceria com o Tribunal de Justiça do estado do Paraná. Na sequência participou de assembleia que aconteceu no Centro Catequético de Luiziana junto com rotarianos para debater sobre evolução do clube, Projetos a serem desenvolvidos em Luiziana e Fundação Rotaria. Na oportunidade os associados do Clube puderam compartilhar idéias e receberam orientações sobre trabalhos futuros. Durante a noite aconteceu a cerimônia de Posse acompanhado de um jantar festivo. O Rotary Clube de Luiziana deu posse a 5 novos associados: Marilene Costin Guedes, Roseri de Lima, Edna Martini, Edson Martini e Jaqueline Boava.   EMPRESA CIDADÃ VAI CONTRIBUIR COM O ROTARY CLUBE DE LUIZIANA Na oportunidade houve também a assinatura de contrato com a Empresa Cidadã CEPEN – Centro de Estudos em Psicologia, Educação e Neurociências do Psicólogo Frank Duarte localizada em Campo Mourão. O Programa Empresa Cidadã é um projeto de contribuições, em que a empresa se compromete a fazer contribuições mensais. Os recursos arrecadados com as doações são encaminhados para os programas sociais, humanitários e ambientais, como ajuda às famílias carentes ou o combate à paralisia infantil.

Em 16/10/2019 por Rotary Club de Luiziana

DURANTE VISITA DO GOVERNADOR DISTRITAL ROTARY CLUBE DE LUIZIANA E TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO INAUGURAM LABORATÓRIO DE INFORMATICA NA ESCOLA MUNICIPAL DE LUIZIANA EM HOMENAGEM A THOMAS ZIMERMMANN BOGNAR

O Tribunal de Justiça do estado do Paraná em parceria com o Rotary Clube de Luiziana fizeram na tarde dessa terça-feira (15), a inauguração de um Laboratório completo de informática na Escola Municipal Rita de Cassia em Luiziana. A cerimônia aconteceu na sede da escola e contou com a presença do Diretor do Fórum da Comarca de Campo Mourão Dr. Rui Antônio Cruz, do Governador do Rotary do Distrito 4630 Édio Martello, Presidente do Rotary Clube de Luiziana Elisangela Ferri, do vice prefeito de Luiziana Wilson Tureck, Presidente da Câmara de vereadores Marcio Fin, Secretaria de Ação Social Letícia Monteiro, Secretario de Educação José de Souza Santos e a Diretora da Escola Rita de Cassia Gislaine Kelh. Os 30 computadores completos usados foram doados pelo Tribunal de Justiça do PR, a sala de aula foi reformada por rotarianos em parceria com a Prefeitura de Luiziana, além do Laboratório de Informática a sala dos professores também foi contemplada com uma bancada e nove computadores que irão facilitar o trabalho dos professores durante a preparação das aulas. A escola Municipal Rita de Cassia atende aproximadamente 700 alunos e não possui laboratório de informática que além de atender alunos estará disponível para desenvolvimento de projetos como cursos para a comunidade. O Laboratório de informática também recebeu um nome especial em memória do atleta e rotariano Thomas Zimermmann Bognar, que faleceu no mês passado por complicações de saúde durante tratamento de Leucemia. Thomas era também presidente da Associação de Pais e Mestres da escola Municipal Rita de Cassia e secretário do Rotary Club de Luiziana, a abertura do laboratório foi acompanhada pelos pais de Thomas, Valdomiro e Elizabet Bognar e foi marcado de muita emoção. O Rotary Clube de Luiziana é dedicado a Prestação de Serviços é composto de homens e mulheres de negócios e de profissões diversificadas, que prestam serviços humanitários, fomentam um elevado padrão de ética em todas as profissões e ajudam a estabelecer a paz e a boa-vontade desenvolvendo projetos para beneficiar a comunidade.

Em 16/10/2019 por Rotary Club de Luiziana

ROTARY CLUB DE LUIZIANA VAI CONFECCIONAR ALMOFADAS DE CORAÇÃO PARA ALIVIAR DOR DE MULHERES QUE RETIRAM SEIOS

Lidar com a perda do seio para o câncer de mama é algo extremamente difícil e doloroso para muitas mulheres. Após a mastectomia, elas sentem a dor física e psicológica. Mas, uma simples almofada em formato de coração pode ajudar as mulheres a ter mais conforto e a se sentirem mais acolhidas nessa fase complicada. Pensando nelas, O Rotary Club de Luiziana em parceria com o Projeto Maria do Carmo Freire vai iniciar no dia 17 de outubro o projeto para confecção de corações de tecido às mulheres em tratamento contra o câncer de mama. A almofada é colocada na axila. Desta forma, neutraliza a dor da ferida cirúrgica e a dor a partir do braço e do ombro que costuma aparecer após a operação. A almofada proporciona apoio físico e psicológico, já que traz a paciente algo para agarrar como um símbolo de solidariedade. De acordo com a Presidente do Rotary Club de Luiziana, Elisangela Ferri, as almofadas confeccionadas em Luiziana serão enviadas a hospitais da região ou em qualquer cidade do Brasil. O Objetivo é espalhar a ação para que outros grupos de voluntários possam aderir e assim formar uma corrente do bem. O lançamento do Projeto em Luiziana acontece na próxima quinta-feira, 17 de outubro, com inicio as 19:30hs no Centro Catequético de Luiziana. Durante o lançamento do projeto haverá a primeira aula de confecção dos corações. “Precisamos de voluntários, de pessoas que possam nos ajudar na confecção. O Projeto é aberto para que todo cidadão de Luiziana possa participar”, finalizou Elisangela Ferri.

Em 16/10/2019 por Rotary Club de Luiziana

Artigo do Diretor do RI Mário César Camargo - Brasília 2019: o Instituto Rotary da Imagem Pública (parte 2)

O Instituto começou com um formato moderno : na quinta à noite, um luau à beira da piscina, com a pipoca que faz a fama do presidente Mark, e a iluminação através dos palitos de fósforo acendidos um a um, numa cadeia humana em que Rotary conecta o mundo, lema do ano. Na sexta, 6 de setembro, a abertura contou com a presença do ministro da Saúde Luis Henrique Mandetta, filho do ex-governador Helio Mandetta, que ministrou magnífica explicação sobre o quadro atual da saúde no Brasil. E enfatizou a parceria estabelecida entre o Rotary e os programas de vacinação, pólio, sarampo, e detecção de hepatite. Em seguida falou o embaixador William Popp, dos EUA, que celebrou a estória do Rotary e os vínculos entre seu país e o Brasil, tendo sido os EUA o primeiro a reconhecer a independência do Brasil, em 1822. O programa denso foi cortado pela emoção da apresentação do balé Fernanda Bianchini, ganhador de prêmios na Alemanha, a primeira companhia de balé de cegos do mundo. Afinal, Denise havia reclamado que o programa transpirava muita razão, pouca emoção. Solicitação atendida, e olhos marejados na plateia. O chairman e o diretor ocuparam espaço para seus recados de boas vindas ao público presente. Pronunciamentos da curadora representando a Fundação Brenda Cressey sobre as últimas informações do programa da Pólio, e do presidente Mark Maloney sobre as metas da gestão, de fazer o Rotary crescer, encerraram a apresentação da manhã. À tarde, uma supresa : o filho de rotarianos Marcelo Rosenbaum, arquiteto premiado internacionalmente por projetos ecologicamente corretos, e o “papa” da embalagem no Brasil, Lincoln Seragini, falando sobre as vantagens de uma empresa socialmente responsável em termos patrimoniais. Temas que aparentemente nada tinham a ver com Rotary, mas que na realidade, reproduzem no mundo profissional nossas premissas e valores. Depois, um pouco de controvérsia . Ao mesmo tempo em que o presidente e o diretor e o chairman eram cortesmente recebidos, junto com Bill O´Dwyer, o curador Hipólito Ferreira, a curadora Brenda Cressey e o embaixador americano pelo presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, ocorria um debate no Instituto com jornalistas da TV Bandeirantes. O diretor da TV, Fernando Mitre, e o jornalista Fabio Pannunzio, fizeram um diagnóstico crítico à gestão do presidente, gerando algum desconforto. Mas o Rotary não é partidário, respeitamos as instituições, o presidente legitimamente eleito e a liberdade de imprensa. Somos uma instituição que preza a tolerância, a paz, o convívio entre contrários de forma civilizada. E essa programação evidenciou esses valores, de forma nítida. No sábado, dia da Independência, os trabalhos continuaram. Apresentações dos diretores brasileiros num programa de perguntas e respostas, com participação surpreendente da audiência, relatórios financeiros do Rotary International, a palestra sempre futurista do ex-presidente Luis Giay, premiações de distritos com maior desempenho na gestão anterior. Entre os intervalos, entrevista à TV Record, de Brasília. Mais Imagem Pública. No domingo, plantio de árvore, com 80 rotarianos presentes, com a placa da ética que caracteriza os valores do Rotary. E a missa, à qual compareceram 250 rotarianos, numa cerimônia de mais de 1200 pessoas onde o Rotary foi homenageado na Catedral de Brasília. Ufa ! Acabou ? Ainda não. Como só Brasília tem o Senado Federal, não poderíamos perder a oportunidade de falar na casa maior da democracia representativa do povo brasileiro. Por interferência dos senadores Izalci Lucas, que cedeu o espaço para o Rotary, e da senadora Leila Barros, que presidiu a sessão, o presidente Mark Maloney foi o primeiro do Rotary International a dirigir a palavra da tribuna do Senado, antecedido pelo diretor. Foi a chance que tivemos de enfatizar os valores, programas, serviços e projetos de 53 mil rotarianos do Brasil. Com isso já estávamos na segunda, dia 9 de setembro. Hora de voltar para casa. Hora de fazer o Rotary crescer. Obrigado, rotarianos de Brasília, e do distrito 4530. Agora é preparar para Salvador 2020 !            

Em 11/10/2019

Reuniões Terças-Feiras | 12:10
R. Pernambuco,1595 Cep: 87705-000